Profusão de cores e delicadeza na nova exposição do Espaço Cultural com Isabelle Tuchband

quadro_exposicao_citi_isabelle“A obra de Isabelle Tuchband é marcada pela profusão de cores. Os traços, imperfeitos, acabam dando delicadeza ao trabalho, que acontece na fronteira de gêneros. A figura feminina e as flores estão sempre presentes – seja na cerâmica, na escultura, na pintura, no desenho, na joia, no desenho industrial. Tudo isso forma um estilo que pode ser percebido ao longe”, afirma o curador do Espaço Cultural Citi, Jacob Klintowitz .

As obras de Isabelle estão expostas no Espaço Cultural Citi até 15 de março. O público poderá conferir 30 obras; 27 trabalhos de Isabelle, entre pinturas e cerâmicas, e três do pai dela, Émile Tuchband, que mostram a infância de Isabelle em situações cotidianas.

“É um sonho mostrar minhas obras na Avenida Paulista, o coração de São Paulo. Pessoas de públicos distintos passam pelo local todos os dias. Elas podem aproveitar o horário do almoço para visitar a exposição e voltar ao trabalho felizes. Esta é a função do artista – se doar para o público”, contou Isabelle.

A exposição “Isabelle Tuchband e a narrativa primordial” traz uma artista na fronteira dos gêneros: o culto humanístico, renascentista, a mente clara e a glorificação do corpo, das emoções, dos desejos e da afetividade. É uma explosão de emoções, numa produção incessante. Pesquisar cores e formas, arriscando-se em diversos suportes constitui o método de trabalho de Isabelle.

Klintowitz descreve, ainda, “A atividade de Isabelle Tuchband é impregnada de transbordamento, gestos, cores que beiram o delírio. A emoção se faz regra”.

Aproveite seu momento de passeio, almoço ou trabalho pela Paulista e vá conferir a explosão de Isabelle Tuchband. O Espaço fica no CitiCenter, Av. Paulista, 1111, térreo. A visitação é gratuita de 2ª a 6ª feira, das 9 às 19h; sábados, domingos e feriados, das 10 às 17h.

Acesso para pessoas com deficiência pela Alameda Santos, 1146.

Citi apóia Prêmio ECO, que completa 30 anos e premia vencedores de 2012

premio_ecoOs vencedores da 30ª edição do Prêmio ECO foram anunciados no dia 11, terça, na Câmera Americana de Comércio (Amcham). O Citi é um dos apoiadores do reconhecimento. Lançado em 1982, o prêmio laureia práticas de sustentabilidade no meio empresarial brasileiro, ajundando a mobilizar o tema e fomentando mais iniciativas no setor privado.

“Apoiar esta 30ª edição do Prêmio Eco é uma forma de darmos visibilidade aos avanços da sustentabilidade nas empresas no Brasil. Estamos diante de grandes exemplos de como o ‘ser ambientalmente sustentável’ pode estar inserido na estratégia de negócios e em todas as operações, produtos e serviços”, afirma a Superintendente de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade do Citi, Priscilla Cortezze.

Na categoria “Produtos e serviços”, foram premiados a companhia aeroespacial Embraer, a empresa de madeira, louças e metais sanitários Duratex, o Banco Santander, a construtora Precon e a fabricante de cosméticos Surya Brasil.

Já na classificação de “Processos”, receberam o troféu a empresa de cosméticos BDF Nivea, a companhia de bebidas Diageo, a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação de Porto Alegre (Procempa), a avícola Korin e a construtora e incorporadora Pontal Engenharia.
Por fim, na categoria “Elis”, que reconhece os melhores modelos de negócios e estratégias que incorporam a sustentabilidade, os destaques ficaram com a distribuidora de energia Elektro, a empresa de soluções tecnológicas IBM, a companhia de gestão de energia Schneider do Brasil e, novamente, a Pontal Engenharia e a Surya Brasil.

Economia e ambiente juntos

Representando o Ministério do Meio Ambiente, estava o secretário executivo, Franscisco Gaetani. Para ele, trabalhar com o setor empresarial é mais do que uma escolha, é um “imperativo”. “Por muito tempo houve um antagonismo de percepção de que o desenvolvimento econômico e a preservação ambiental se pautavam por caminhos diferentes. Hoje, isso é página virada”, disse o secretário.

Cada case foi avaliado por quatro jurados, de forma eletrônica e confidencial, totalizando o júri de 54 membros voluntários no Prêmio ECO 2012. A relevância e qualidade dos projetos foram verificadas in loco. Segundo o CEO da Amcham, Gabriel Rico, o mais importante na premiação é constatar que, cada vez mais, as empresas estão incorporando as práticas de sustentabilidade ao seu dia a dia. “Todas as empresas que se inscreveram são vencedores, porque elas estão contribuindo para a difusão da sustentabilidade em todo o país.”

Temporada de cruzeiros no Brasil já começou e o Cruzeiro Emoções 2014 já tem data de pré-venda

foto RCA temporada de cruzeiros no Brasil começou neste mês e se estende até abril do ano que vem. Segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar), a previsão para a estação 2012/2013 é de que 762 mil turistas viagem nos 15 navios que estarão na costa brasileira. O número não bate o recorde do ano passado – 805.189 passageiros – ,mas é uma excelente expectativa, considerando que teremos cinco meses de temporada, contra sete de 2011.

Um fator que impulsiona a procura pelos cruzeiros são aqueles com programação especial. Para 2013, já não é mais possível embarcar com o Roberto Carlos, num dos cruzeiros temáticos mais buscados. Porém, é possível planejar-se. Aqueles que desejam viajar, devem ficar atentos ao calendário. Para clientes Citi, por exemplo, a pré-venda do Cruzeiro Emoções 2014 acontece de 30 de novembro a 31 de dezembro de 2012, e é uma opção para garantir vaga. Vale destacar que a pré-venda é exclusiva para clientes dos cartões Credicard, Citi e Diners.

Os interessados podem obter mais informações pelo telefone (11) 3168-4904.

Citi destaca os melhores empreendedores com negócios alavancados pelo microcrédito

“Logo que abri a primeira loja, através do microcrédito, comecei a ter renda e acreditei que ia dar certo. Hoje tenho sete lojas”. Claudione de Assis Oliveira, proprietário da Rede Karisma, da Bahia. Ele foi premiado na edição de 2011

O Prêmio Citi Melhores Microempreendimentos chega em 2012 à sua 8ª edição. O objetivo do Prêmio é reconhecer empreendedores que aproveitam o recurso do microcrédito para impulsionar o seu negócio, seja dando o passo inicial ou melhorando seus produtos e serviços, contribuindo assim com o desenvolvimento econômico e social de suas comunidades. A inscrição dos empreendedores é feita por meio das Instituições de Microfinanças que poderão inscrever seus clientes entre os dias 10 de setembro e 10 de outubro pela internet, no site www.pcmm.com.br. O agente de crédito tem papel fundamental, uma vez que é ele quem visita os negócios e convive diretamente com os clientes.

A premiação é dividida em três categorias, com base no faturamento anual do negócio: até R$ 60 mil, mais de R$ 60 mil até R$ 180 mil e mais de R$180 aR$ 360 mil. Este ano serão premiados três microempreendimentos, um por categoria, com prêmios de R$8,5 mil, além da escolha de um microempreendedor do ano dentre todas as categorias, com prêmio de R$12,5mil.

A escolha dos vencedores será baseada em critérios como capacidade de perpetuação, planejamento e superação de conflitos, crescimento, oportunidade de geração de empregos na comunidade em que atuam e desafios de cada microempreendedor.

Uma das novidades deste ano é que serão premiados com um computador portátil cinco agentes de crédito – os quatro que indicaram os empreendedores vencedores e o que inscreveu o maior número de candidaturas válidas.

Outra novidade deste ano é a premiação da Instituição de Microfinanças (IMF) mais inovadora. Serão levadas em conta, na escolha da vencedora, as práticas inovadoras da IMF relacionadas ao processo de concessão de crédito. Para concorrer, a IMF terá que apresentar evidências dos benefícios que a inovação trouxe para sua operação e para o cliente final e também o impacto social da inovação, como contribuição à massificação e expansão do microcrédito e ao desenvolvimento local.

A IMF vencedora será premiada com uma viagem, com todas as despesas pagas, para participação de dois representantes no FOROMIC – Fórum Interamericano de Microempresa, em 2013, promovido pelo BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento.

O Prêmio Citi Melhores Microempreendimentos 2012 é realizado em parceria com a Fundación Avina e conta com o apoio da ABCRED (Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças), ABSCM (Associação Brasileira das Sociedades de Crédito ao Microempreendedor e à Empresa de Pequeno Porte), BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), FUMIN (Fundo Multilateral de Investimentos), IFC (International Finance Corporation), SEBRAE Nacional (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), GVcemf (Centro de Estudos em Microfinanças da FGV-EAESP) e Giral ( Giral Viveiro de Projetos).

Citi inaugura árvore de Natal de 16 metros em Nova York

Há sete anos, o Citi é o patrocinador do Citi Pond (Lago Citi), um lago congelado para patinação durante as festas natalinas, localizado no Bryant Park em Nova Iorque. Neste ano, a inauguração do local aconteceu com a iluminação da árvore de Natal com mais de 16 metros de altura.

Durante as festas, o Citi busca se aproximar ainda mais da comunidade, promovendo além do lago, atividades de arrecadação e distribuição de alimentos e donativos para os mais necessitados. “Todos os funcionários se envolvem com estas ações, que são gratificantes”, disse Cece Stewart, presidente de Consumer e Commercial do Citibank nos Estados Unidos.

O Citi Pond fica no coração de Manhattan, atrás da Biblioteca Pública de Nova Iorque.

Bons projetos para uma vida urbana melhor ganharão prêmio Citi/Financial Times

 

ATENÇÃO: o prazo para inscrições foi prorrogado para o dia 30 de abril.

O Citi e o jornal Financial Times procuram soluções urbanas inovadoras nas áreas de Educação, Energia, Saúde e Infraestrutura vindas de qualquer lugar do mundo.  Quem tiver uma, favor inscrever-se no prêmio FT/Citi Ingenuity Awards: Ideias Urbanas em Ação, um programa global para prestigiar as pessoas que tenham desenvolvido projetos inovadores para enfrentar os desafios urbanos, trazendo benefícios para as cidades, para os cidadãos e para as comunidades. Mais do que receber o prêmio, esta boa idéia será divulgada e poderá ser a solução tão buscada em algum outro lugar.

Hoje, mais da metade da população mundial mora em cidades, um número que deverá aumentar nas próximas décadas. Como resultado, há uma necessidade urgente de enfrentar os desafios da urbanização, promovendo um crescimento sustentável.  O prêmio foi desenvolvido para distinguir os líderes emergentes cujas soluções estejam contribuindo para que as cidades tenham um futuro melhor e mais eficiente.

“Todos os dias, o Citi aplica seu conhecimento para enfrentar desafios em cidades de mais de 100 países”, disse Vikram Pandit, CEO do Citigroup. “O nosso bicentenário coincide com a crescente importância das cidades e estamos animados com a possibilidade de prestar reconhecimento a pessoas entusiastas, cujas ideias estejam fomentando o crescimento e o progresso econômico nestes centros urbanos.”

Para homenagear os líderes emergentes que transformam os grandes centros urbanos, o Citi, em parceria com o jornal Financial Times, convocou o INSEAD (Instituto Européen d’Administration des Affaires), uma das maiores escolas superiores de negócios do mundo, com foco em inovação, para desenvolver os critérios e a metodologia de premiação.

As inscrições para o FT-Citi Ingenuity Awards podem ser feitas online até o dia 26 de março de 2012 no site da Financial Times. Todas as propostas serão avaliadas pelo FT e pelo INSEAD para qualificação. Um painel mundial com especialistas sobre o tema vai selecionar os finalistas e os vencedores.

Os finalistas serão anunciados em uma série de revistas publicadas pelo FT em 2012  Os vencedores de cada categoria e um vencedor global serão anunciados em um jantar de premiação em novembro de 2012. Os formulários de inscrição, os critérios de elegibilidade e detalhes adicionais sobre o prêmio podem ser encontrados no site. Se você tem um bom projeto ou conhece alguém que tenha, esta é a oportunidade de ampliar mundialmente uma boa idéia.

Valorizar o microempreendimento é valorizar a economia brasileira

As microempresas são responsáveis hoje pela geração de 2 milhões de empregos formais. Só este dado já justificaria a importância em apoiar o desenvolvimento do pequeno empresário para a economia brasileira. Além disso, 95% das 100 mil novas empresas que surgem mensalmente no País são incentivadoras da formalidade. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) pretendem formalizar, até 2014, 200 mil micro empreendimentos individuais de pessoas inscritas no Cadastro Único dos benefícios sociais do Governo Federal.  Nesta quinta-feira (17), o Citi divulgou os vencedores do Prêmio Citi Melhores Microempreendimentos 2011, que tem o objetivo de promover o microcrédito como instrumento fundamental para a redução da pobreza ao redor do mundo.

Com histórias de superação e perseverança, os concorrentes deste ano foram também exemplos da importância do microcrédito no desenvolvimento de pequenos negócios em comunidades de baixa renda. São personagens como a microempreendedora Maria Aparecida Morales, de Mauá, na Região Metropolitana de São Paulo. Em 2001, ela decidiu abrir, com a ajuda de mais dois irmãos, seu próprio negócio: a Fábrica de Pão Kero-Kero. Como na maioria dos casos de pessoas que querem abrir uma empresa, ela não tinha recursos para colocar o plano em prática e tampouco tinha conhecimento sobre gestão de negócios. No início, cada um dos 11 irmãos contribuiu com uma quantia para a compra de máquinas e equipamentos. Para juntar dinheiro para comprar matéria-prima, a família achou uma alternativa fazendo coleta de papelão na região.

Para ganhar mais clientes, a empresa expandiu sua área de atuação para os municípios vizinhos a Mauá. Hoje, a Fábrica de Pão Kero-Kero fatura cerca de R$ 240 mil por ano e é um caso de sucesso entre empresas que utilizam o microcrédito para poder crescer.

Maria Aparecida e a sua Kero-Kero conquistaram a primeira colocação na edição de 2011 do Prêmio Citi Melhores Microempreendimentos, na categoria faturamento anual entre R$ 120 mil e R$ 240 mil. Além dela, outros oito microempresários foram agraciados na cerimônia de premiação, realizada na noite desta quinta-feira (17), na sede do Citibank em São Paulo. (Veja os demais vencedores aqui).

Realizado pela Citi Foundation em 28 países, o Prêmio se divide no Brasil em três categorias, com base no faturamento anual do negócio: até R$ 60 mil, mais de R$ 60 mil até R$ 120 mil e mais de R$ 120 a R$ 240 mil. Em cada uma delas o primeiro colocado recebe R$ 7 mil, o segundo colocado, R$ 5,5 mil, e o terceiro, R$ 4,5 mil.

Ao todo, concorreram ao prêmio 659 microempreendedores de 237 cidades, de 17 estados. A agente de crédito que mais indicou inscritos entre os finalistas foi Marileide Ferreira da Costa, que recebeu uma bolsa de estudos no valor de R$ 1.500 para realizar um curso sobre empreendedorismo.

A edição 2011 do Prêmio Citi Melhores Microempreendimentos foi realizada em parceria com a ONG Grupo de Aplicação Interdisciplinar à Aprendizagem (GAIA) e com o apoio da Associação Brasileira das Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças (ABCRED), Associação Brasileira das Sociedades de Crédito ao Microempreendedor e à Empresa de Pequeno Porte (ABSCM), Centro de Estudos em Microfinanças da FGV (CEMF), Ashoka, Artemisia e Avina. Nesse ano, outro apoiador importante foi o Sebrae, tanto o Nacional quanto os Estaduais.

Você está atualizado sobre o cenário econômico do Brasil e do mundo?

O cenário econômico e financeiro vivido hoje repercute, direta ou indiretamente, sobre as atividades e ações de uma empresa ou investidor. Por isso, ter conhecimento dos fatos atuais e da previsão de acontecimentos futuros, tanto no plano nacional quanto no internacional, é fundamental para a tomada de decisões.

Pensando nisso, ao longo do ano o Citi promove para os clientes dos segmentos de pessoas físicas e jurídicas uma série de eventos diferenciados. A proposta é, além de aproximar o banco dos correntistas, oferecer informação de qualidade, suporte e assessoria financeira.

Na programação estão workshops da Citi Corretora com informações sobre investimento no mercado de capitais, palestras sobre aspectos econômicos e políticos e apresentações abordando temas tributários e de sucessão familiar.

Um dos destaques na programação é o Economista-Chefe, realizado nas principais praças em que o banco está presente. Nesses encontros, Marcelo Kfoury, economista-chefe do Citi, apresenta palestra sobre temas econômicos em pauta hoje no Brasil e no mundo, levando conteúdo relevante e exclusivo aos clientes Citi em um momento em que todos buscam por informações sobre possíveis impactos da crise econômica no país.

Para o mês de setembro estão programadas quatro edições do Economista-Chefe (13/09 Fortaleza/CE; 14/09 Recife/PE; 15/09 Salvador/BA e 21/09 Ribeirão Preto/SP). Em outubro será a vez de Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR), e a última edição de 2011 ocorrerá em Campinas (SP), no mês de novembro. As datas estão em definição.

Nas fotos, a edição do evento Economista-Chefe realizada em agosto, em Belo Horizonte (MG)

Citi Corretora promove web conferência sobre resultados corporativos

A Citi Corretora promove hoje, 30 de agosto, às 17h15, web conferência sobre Resultados Corporativos Trimestrais: Análise e Perspectivas.

A proposta é apresentar um balanço da última temporada de resultados trimestrais das principais empresas de capital aberto do país, analisando as perspectivas para os próximos meses.

Durante a web conferência será feita ainda atualização sobre o cenário econômico e tendências do mercado de ações.

Para participar, envie um e-mail para citicorretora.sales@citi.com e faça sua inscrição gratuitamente. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas até as 17h. Participe!

Quer saber mais sobre fundos imobiliários?

Participe hoje da web conferência Fundos Imobiliários: Desempenho e Perspectivas, com a participação de Adriano Mantesso, superintendente executivo da Brazilian Capital e RI do fundo BRCR11B.

O evento irá apresentar uma visão geral sobre a indústria de fundos de investimento imobiliário, as perspectivas desse mercado e os detalhes da nova política de distribuição de rendimento do Fundo de Investimento Imobiliário Brazilian Capital Real Estate Fund I, válida a partir de agosto.

A conferência, promovida pela Citi Corretora, será realizada às 18h15 desta quinta-feira, 18 de agosto. Solicite sua senha de acesso gratuitamente, enviando um e-mail para a Citi Corretora, até as 16h. Participe!