Manu Maltez traz seus desenhos, sua música e seu texto para a Paulista

manu_maltez2E hoje, quem passar pela Paulista, em São Paulo, já pode ver a nova exposição em cartaz no Espaço Cultural Citi: Manu Maltez, entre os dias 25 de março e 24 de maio, sob a curadoria do crítico de arte Jacob Klintowitz. O público poderá conferir mais de 30 desenhos em técnicas variadas, um painel pintado no próprio local, gravuras sobre metal, além de livros e CDs com a autoria ou participação de Manu Maltez.

Jovem artista de múltiplos talentos, Maltez trabalha no limite onde a música, a imagem e o texto se encontram. Suas obras, entre livros, discos, ilustrações e intervenções, rendem ao artista um estilo único, ao passo que exploram todas as possiblidades que um tema pode render.

“Esta exposição marca um bom momento de minha vida como artista, que é justamente o momento em que as linguagens artísticas, pelas quais tenho transitado nos últimos 15 anos, deixam de brigar entre elas e começam a dialogar”, afirma o artista.

Maltez desenvolve projetos artísticos na cidade de São Paulo há mais de dez anos, com destaque para obras literárias que já lhe renderam diversos reconhecimentos, como o Prêmio Jabuti; o Prêmio FNLIJ; o Prêmio de Literatura Biblioteca Nacional 2012; além da seleção de um de seus livros pelo Catálogo Feira de Bologna 2013.

Para Jacob Klintowitz, curador da mostra, Maltez não impressiona apenas pelo talento literário, mas também pela imersão profunda em diferentes interesses. Segundo Klintowitz, a qualidade dos desenhos do artista é fascinante e, muitas vezes, lembra os esboços e estudos de mestres renascentistas. “O acabamento contemporâneo, com o seu conceito de mostrar o processo do fazer – os andaimes da obra – pode recordar o que antigamente era só um estudo”, afirma.

Em Manu Maltez – O fragmento e o paradoxo, o público poderá conferir toda a diversidade de um artista que, com talento afirmativo, utiliza recursos tecnológicos e facilidades contemporâneas para criar pequenas séries de qualidade.

Espaço Cultural Citi

O Espaço Cultural Citi é a galeria pública visitada mensalmente por cerca de 50 mil pessoas que trafegam pela Avenida Paulista e região. Mantém desde 2005 a sua vocação de mostrar obras de arte no centro vital de São Paulo. Passaram por ali as obras de nomes consagrados, como Fernando Pacheco, Rubens Matuck, Luis Martins, Mary Carmen, Yutaka Toyota, Neto Sansone, Antonio Helio Cabral, Ivo Perelman, Anca Gavris, Fernando Araújo, César Romero, Taísa Nasser, Marcello Grassmann, Rubens Gerchman, Luiz Paulo Baravelli, Gregório Gruber, Romero Britto, Newton Mesquita, Odetto Guersoni, Ivald Granato, Takashi Fukushima, Caciporé Torres, Sérgio Lucena, Antonio Peticov, Maurício de Sousa, Claudio Tozzi, Marcello Nitsche, Odilla Mestriner, Aldemir Martins e Shoko Suzuki, além de jovens que se firmam como Luciana Maas, Maurício Parra, Carola Trimano e Manu Maltez.

Endereço: Av. Paulista, 1111, térreo
Visitação: 2ª a 6ª feira, das 9 às 19h; sábados, domingos e feriados, das 10 às 17h
Entrada franca.
Acesso para pessoas com deficiência pela Alameda Santos, 1146.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: