Termômetros da economia são divulgados nesta semana (Atualizado)

Marcelo Kfoury3Esta semana foi marcada por indicadores que deram o termômetro da economia nos próximos meses.

Na segunda-feira (ontem), nosso economista-chefe, Marcelo Kfoury, publicou na Folha de S.Paulo o que nos aguardava na semana.

Alguns destaques (atualizados em 22/2 com os indicadores divulgados): Nas vendas ao varejo, os indicadores antecedentes já disponíveis (vendas de supermercados, cheques devolvidos) remetem a um aumento de 0,9% em dezembro sobre o mês anterior e de 7,3% sobre dezembro de 2011. As vendas de varejo ampliadas, que incluem carros e materiais de construção, devem ter resultado ainda mais expressivo. Divulgado aumento de 8,4%.

Outro importante indicador da semana é o IBC-BR. Dado que a produção industrial de dezembro foi zero e é esperado um resultado positivo das vendas ao varejo, esse indicador, que tenta antecipar o PIB, deve vir ligeiramente positivo: 0,2% m/m. Divulgada desaceleração de 0,26% e fecha 2012 com alta de 1,35%.

Já o IPCA-15 deve chegar a 0,65%, de acordo com a análise de projeção do Citi. Esse resultado poderá apresentar alguma melhora em relação aos índices de inflação de janeiro, pois o recuo dos preços da energia diminuirá em 0,5 p.p. a inflação mensal. Divulgado IPCA-0,68%

Em contrapartida, será possível sentir a força do reajuste anual dos gastos de educação, que, no caso do IPCA, sempre incide em fevereiro, e do aumento da gasolina, com um impacto de 15 bps (ou seja, 0,15 ponto percentual).

A conta-corrente de janeiro será outro indicador importante. O resultado da balança comercial foi deficitário em US$ 4 bilhões. Além disso, é projetado um deficit de US$ 5,2 bilhões na conta de rendas e serviços, totalizando então um deficit de US$ 9 bilhões, um recorde negativo nas contas externas. – Divulgado às 11 horas: a conta de transações correntes (balança comercial, serviços e rendas) a registrar, no primeiro mês deste ano, um resultado negativo de US$ 11,3 bilhões – o pior desde 1947, quando tem início a série histórica do Banco Central.

Esse cenário foi em parte compensado pelo investimento estrangeiro direto que, por estimativa, irá a US$ 4,5 bilhões no mês e US$ 64 bilhões nos últimos 12 meses.

A semana contará também com a divulgação do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), que apresenta uma expectativa de fragilidade nas contratações formais. Os índices contradizem a pesquisa mensal de emprego do IBGE, que apresentou um mercado de trabalho bastante apertado. – Ainda não divulgado

Por último, a confiança do empresário industrial de fevereiro deve continuar com uma melhora discreta, demonstrando uma falta de fôlego para investimentos vultosos no setor. Divulgado melhora de 1,4 pontos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: