Vai viajar? Veja os cuidados financeiros na ida e na volta

*Por Eduardo Forestieri

Enfim o final do ano chegou e o mundo não acabou. Então, você poderá curtir a viagem que planejou, certo? Vamos fazer um check list para o planejamento financeiro da sua aventura.

Planeje os gastos para o dia a dia, é a melhor forma de calcular quanto dinheiro levar (ou ter disponível no banco e no limite do cartão de crédito). Você pode buscar em sites especializados em viagem, os custos médios de uma refeição, hospedagem, valor de passeios e locais para visitar, transporte. Faça o roteiro da viagem já anotando estes custos. Desta forma, você conseguirá calcular seu gasto diário. Fica mais fácil a programação.

Durante a viagem, reserve o final do dia para anotar o que realmente foi gasto. Se abusou num dia, procure economizar no outro para manter a média definida.

Tenha formas diferentes de “dinheiro”: em moeda local, em traveler checks, cartões de crédito e de débito. Assim, você se previne contra uma perda, um gasto inesperado ou outro incidente durante a viagem.

Por falar no item acima, considere que, se por um lado o cartão de crédito internacional tem incidência de IOF, por outro ele é a melhor ferramenta de controle, frente, por exemplo, ao cartão de débito (tem valor limitado e não tem IOF).

Fez o câmbio? Essa é a forma com a qual você não se surpreende com o valor de conversão na volta. Aeroportos, lojas locais ou hotéis em geral são os que cobram as taxas mais altas. Antecipadamente você pode tentar a melhor paridade acompanhando a oscilação do câmbio e tentando converter pelo melhor valor possível.

Também não se esqueça que ao voltar das férias, o cotidiano nos espera, o que inclui as contas mensais e o pagamento de despesas – inclusive as compras de viagem. Deixe sempre uma reserva.

Por fim, quando foi a última vez que você checou a pontuação do seu cartão fidelidade? O melhor benefício é aquele que você usa, lembre-se sempre desta máxima. Anualmente, os clientes de cartões com milhas deixam expirar o suficiente para a aquisição de 5 milhões de passagens aéreas para o Brasil ou América do Sul. Espero que este não seja seu caso. Se elas forem vencer e você não tem uma viagem programada, que tal oferecer milhas como presente de Natal? Ainda dá tempo de imprimir um “vale presente” e transferir as milhas antes do fim do ano.

Na semana que vem, farei uma retrospectiva dos assuntos que tratamos em 2012. Se tiver alguma dúvida, é só escrever aqui, bom natal.

Eduardo Forestieri, CFP®, Superintendente de Produtos de Investimentos do Citi Wealth Management

Os especialistas do Citi estão à disposição para responder as perguntas de nossos leitores. É só deixar sua dúvida nos comentários do blog. Todos os especialistas do Citi que responderem as perguntas desta seção são certificados com o CFP – Certified Financial Planner, concedido pelo IBCPF – Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: