Citi apóia Prêmio ECO, que completa 30 anos e premia vencedores de 2012

premio_ecoOs vencedores da 30ª edição do Prêmio ECO foram anunciados no dia 11, terça, na Câmera Americana de Comércio (Amcham). O Citi é um dos apoiadores do reconhecimento. Lançado em 1982, o prêmio laureia práticas de sustentabilidade no meio empresarial brasileiro, ajundando a mobilizar o tema e fomentando mais iniciativas no setor privado.

“Apoiar esta 30ª edição do Prêmio Eco é uma forma de darmos visibilidade aos avanços da sustentabilidade nas empresas no Brasil. Estamos diante de grandes exemplos de como o ‘ser ambientalmente sustentável’ pode estar inserido na estratégia de negócios e em todas as operações, produtos e serviços”, afirma a Superintendente de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade do Citi, Priscilla Cortezze.

Na categoria “Produtos e serviços”, foram premiados a companhia aeroespacial Embraer, a empresa de madeira, louças e metais sanitários Duratex, o Banco Santander, a construtora Precon e a fabricante de cosméticos Surya Brasil.

Já na classificação de “Processos”, receberam o troféu a empresa de cosméticos BDF Nivea, a companhia de bebidas Diageo, a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação de Porto Alegre (Procempa), a avícola Korin e a construtora e incorporadora Pontal Engenharia.
Por fim, na categoria “Elis”, que reconhece os melhores modelos de negócios e estratégias que incorporam a sustentabilidade, os destaques ficaram com a distribuidora de energia Elektro, a empresa de soluções tecnológicas IBM, a companhia de gestão de energia Schneider do Brasil e, novamente, a Pontal Engenharia e a Surya Brasil.

Economia e ambiente juntos

Representando o Ministério do Meio Ambiente, estava o secretário executivo, Franscisco Gaetani. Para ele, trabalhar com o setor empresarial é mais do que uma escolha, é um “imperativo”. “Por muito tempo houve um antagonismo de percepção de que o desenvolvimento econômico e a preservação ambiental se pautavam por caminhos diferentes. Hoje, isso é página virada”, disse o secretário.

Cada case foi avaliado por quatro jurados, de forma eletrônica e confidencial, totalizando o júri de 54 membros voluntários no Prêmio ECO 2012. A relevância e qualidade dos projetos foram verificadas in loco. Segundo o CEO da Amcham, Gabriel Rico, o mais importante na premiação é constatar que, cada vez mais, as empresas estão incorporando as práticas de sustentabilidade ao seu dia a dia. “Todas as empresas que se inscreveram são vencedores, porque elas estão contribuindo para a difusão da sustentabilidade em todo o país.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: