O investidor conservador e sua relação com a nova forma de rendimento da poupaça

*Por Eduardo Forestieri

As novas regras da poupança tiveram seu primeiro gatilho com a mais recente redução da taxa Selic. A partir de agora, o investimento rende 70% da Selic (atualmente em 8,5%, com tendência a cair mais) + TR. Neste contexto, o investidor conservador deve migrar para um fundo de renda fixa, por exemplo?

Ao falarmos de planejamento, o primeiro passo é saber claramente qual o objetivo a ser alcançado e se já existe um capital reservado para isso. Se não há, esta queda de juros é benéfica, pois o investidor irá pagar menos juros sobre o dinheiro que pegará emprestado. Por outro lado, se existe um capital já aplicado (ou começará a investir a partir de agora), essa reserva receberá menos juros para compor o montante final necessário para atingir o objetivo.

A dica de planejamento é que além de se preocupar em quanto está a taxa SELIC (portanto a que nível de taxa de juros nominal a reserva é remunerada) mas também quanto será o impacto quando o meu custo de vida aumenta. Exemplificando, comida e vestuário são parte das despesas da grande maioria das pessoas (ninguém vive sem se alimentar e sem se vestir). Vamos considerar que hoje, 50% da renda é comprometida com alimentação. Se no próximo mês, esta mesma comida signifique 60% da renda, eu tenho uma inflação pessoal. Neste exemplo, a cada mês fica mais caro viver, portanto o dinheiro que tenho hoje é corroído pelo custo de vida. A conta a ser feita é de quanto dinheiro se recebe, desconsiderando o custo de vida individual (chamamos isso de juros real).

Este montante só repõe a inflação, ou há algum ganho? Isto vale para qualquer modalidade de investimento e responde à pergunta:”quanto meu capital está sendo remunerado”?. Isto dito fique atento não só a quanto seu capital é remunerado, mas quanto realmente seu capital está repondo a inflação e ainda sobram juros para seu objetivo final.

O investidor conservador, que tem capital de curto prazo, precisa se remunerar para alcançar um objetivo e não quer se arriscar nem um pouco, portanto tende a ter uma remuneração menor no seu capital sempre que a taxa referencial cair e a tendência é que continuará caindo. Mostrando em números, um capital inicial de R$ 100,00 chegaria a R$ 111,00 antes da medida e chegará a R$ 108,00 agora.

O conselho para quem precisa que seu capital renda mais é assumir um pouco mais de risco, variando a cesta de investimentos. Se isso não for feito, será necessário considerar um prazo maior para este capital inicial render o necessário.

Voltando à pergunta inicial, é interessante migrar para um fundo de renda fixa? Dependendo do custo (taxa de administração que não seja um impeditivo para o retorno adequado) e do objetivo do fundo de renda fixa (se for um fundo ativo e que busque superar a taxa referencial), um o fundo de renda fixa tende a render mais que a poupança no longo prazo. Entretanto, como a taxa de referência é a mesma, o fundo renderá menos do que ele vinha desempenhando até agora.

Em termos de horizonte de tempo: para objetivos de curtíssimo prazo, busque poupança, fundos DI, CDB-DI; em seguida, conforme cresce o prazo de investimento, renda fixa, multimercado, fundo cambial e fundo de ações.

Em resumo: a queda da taxa de juros, é boa para quem compra parcelado, porque pagará menos; é ruim para quem vive de capital, porque haverá um rendimento menor, entendendo quanto vem para o bolso do investidor efetivamente.

Mais respostas sobre a nova poupança – UOL

 

Eduardo Forestieri, CFP®, Superintendente de Produtos de Investimentos do Citi Wealth Management

Os especialistas do Citi estão à disposição para responder as perguntas de nossos leitores. É só deixar sua dúvida nos comentários do blog. Todos os especialistas do Citi que responderem as perguntas desta seção são certificados com o CFP – Certified Financial Planner, concedido pelo IBCPF – Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: