Citi lança programa para fortalecer rede de microfinanças e promover a inclusão financeira

No Brasil, a melhoria do acesso e da prestação de serviços financeiros à população de baixa renda e a promoção da inclusão financeira passam necessariamente por investimentos que possibilitem aumentar a capacidade e o alcance do setor de microfinanças. É com esse objetivo que foi lançado o Programa de Fortalecimento de Redes de Microfinanças, iniciativa que vai contar com um investimento de US$ 1 milhão da Citi Foundation durante os próximos três anos.

O programa visa apoiar o fortalecimento de duas das mais importantes associações de instituições de microfinanças (IMF) do país: a ABCRED – Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças e a ABSCM – Associação Brasileira das Sociedades de Crédito ao Microempreendedor e à Empresa de Pequeno Porte. A iniciativa também conta com o apoio do BNDES e do Centro de Estudos em Microfinanças da FGV.

Segundo dados de 2009 do “Projeto Inclusão Financeira: Perspectivas e Desafios para a Inclusão Financeira no Brasil – visão de diferentes atores”, realizado pelo Banco Central do Brasil, a demanda por microcrédito no Brasil pode ser estimada em 70 milhões de pessoas, que são aquelas sem renda ou com renda de até três salários mínimos. Desse total, metade teria interesse em receber microcrédito, mas acaba não tendo acesso a esses recursos. “Para mudar esse cenário, é preciso fortalecer as instituições de microfinanças, de modo a prepará-las para atender a demanda atual, tanto do ponto de vista de volume financeiro quanto do aumento da capilaridade”, explica a superintendente de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade do Citi Brasil, Priscilla Cortezze.

Metodologia

A metodologia proposta é baseada no modelo já utilizado com sucesso pelo SEEP Networks durante o “Programa Citi de Fortalecimento de Redes” (Citi Network Strengthening Program), realizado entre novembro de 2007 e dezembro de 2010. O principal objetivo do programa foi fortalecer capacidades operacionais, técnicas e financeiras de 12 associações de microfinanças nacionais e regionais como forma de promover o crescimento e o desenvolvimento dos setores de microfinanças locais, voltados à população de baixa renda e à inclusão financeira.

A metodologia está baseada em três pilares que se reforçam mutuamente: o fortalecimento institucional por meio de diagnóstico e avaliação de capacidades das associações e planejamento estruturado para seu alinhamento estratégico; transparência e suporte técnico na prestação de serviços aos membros associados; e o intercâmbio de conhecimento e melhores práticas internacionais entres associações.. O programa é baseado na metodologia do SEEP e foi adaptado para atender as necessidades específicas de cada uma das associações.

Anúncios

2 Responses to Citi lança programa para fortalecer rede de microfinanças e promover a inclusão financeira

  1. Tatiane Faleiro says:

    Trabalho em microfinanças a vinte anos, em várias áreas.
    Gostaria de parabenizar pela iniciativa .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: