Flash – Governo reduz novamente IPI e solta medidas para impulsionar economia

O governo anunciou um conjunto de medidas que visam impulsionar o crescimento econômico. Dentre as medidas houve diminuição do IPI para automóveis, redução no Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para crédito à pessoa física e menores taxas de juros sobre empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Além disso, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, indicou que o presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, anunciaria uma queda no depósito compulsório. Segundo o Ministro, as instituições financeiras se comprometeram a relaxar as condições de crédito por meio de menoers taxas de juros e prazos mais longos. Nossa primeira avaliação é de que as medidas foram mais fortes do que estava sendo sugerido na imprensa. Para nós, o governo sinalizou de novo a sua alta sensibilidade a qualquer ameaça que possa levar o crescimento do PIB para menos dos 2,7% registrados no ano passado.

Pontos-chave

O IPI para automóveis diminuiu entre 3% e 7% (veja tabela). A proporção de cerca de 30% entre o IPI dos carros importados e daqueles produzidos nacionalmente foi mantida. A redução no imposto vai durar cerca de três meses (até o final de agosto) e provocará uma renúncia fiscal (quanto o Governo deixará de arrecadar) de R$ 1,2 bilhão.

O IOF para crédito ao consumo diminuiu para 1,5% (de 2,5% anteriormente) e deve significar uma isenção fiscal de cerca de R$0,9 bilhão. Segundo o governo, as montadoras se comprometeram a reduzir os preços de automóveis em até 10%, o que teria um impacto potencial de deflação de até -0,50 pontos percentuais (pp).

O governo também anunciou várias quedas de empréstimos do BNDES canalizados para bens de capital. Por exemplo, a redução das taxas de juros cobradas no pré-embarque de empresas exportadoras (9% para 8% ao ano), das taxas cobradas para aquisição de máquinas e equipamentos por empresas (de 7,3% para 5,5% ao ano) e daquelas cobradas por participantes do programa Pró-Engenharia (de 6,5% para 5,5%). O prazo de financiamento para a compra de caminhões por pessoas físicas também será estendido (de 96 para 120 meses). Estas medidas também valem até 31 de agosto.

Tabela redução IPI para automóveis:

Fonte: Veja Online

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: