Pensar em vantagens fiscais e tributárias também faz parte

*Por Eduardo Forestieri

Na hora de fazer um planejamento financeiro, é preciso também pensar em como otimizar seus investimentos aproveitando as vantagens fiscais e tributárias concedidas pelo governo.

No Brasil, assim como em todos os países do mundo, o governo tem dificuldade em pagar a previdência social. Assim, o poder público quer incentivar a aposentadoria privada e, para isso, oferece vantagens tributárias, reduzindo a alíquota do Imposto de Renda e postergando o pagamento para o momento da retirada, daqui a 10, 20 ou até 30 anos.

Esse é um ganho que não é de investimentos, é um ganho fiscal – 100% permitido, dentro da regra, e que ajuda muito no longo prazo. Por exemplo: a alíquota máxima de Imposto de Renda no seu holerith é de 27,5%; se você investir até 12% do que ganha no ano em um PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e fizer a declaração completa de Imposto de Renda, daqui a 10 anos, em vez de pagar os 27,5%, você pagará 10% de imposto desde que seja escolhido o regime de tributação regressiva. Além disso, o recurso vai trabalhar a seu favor durante esses 10 anos, porque o imposto será recolhido somente na retirada e ficará rendendo juros durante todo o período – o que representa um ganho significativo.

Outro diferencial oferecido pelos planos de previdência, principalmente para o investidor de alta renda, são os benefícios sucessórios, um fator importante no planejamento financeiro. Processos de inventário e partilha podem perdurar por meses ou anos. Mas em caso de falecimento do investidor, o saldo acumulado em planos PGBL e VGBL não integra o inventário e é transferido aos beneficiários imediatamente após aviso e análise da seguradora. Além disso, a indicação de beneficiários é livre e existe a possibilidade de alteração a qualquer momento. Por não integrar inventário, não há incidência de ITCMD (Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação), custos judiciais e custos advocatícios sobre o montante transferido.

Além dos planos de previdência, outros produtos possuem benefícios fiscais e tributários como, por exemplo, o rendimento distribuído por fundos imobiliários diretamente na conta dos investidores isentos de Imposto de renda, mas isso falaremos nos próximos posts. Para conhecer mais sobre o assunto, converse com um advogado tributarista ou com um consultor em planejamento financeiro, que poderão oferecer a melhor solução para o seu caso.

Eduardo Forestieri, CFP®, Superintendente de Produtos e Distribuição de Investimentos do Citi Wealth Management

Os especialistas do Citi estão à disposição para responder as perguntas de nossos leitores. É só deixar sua dúvida nos comentários do blog. Todos os especialistas do Citi que responderem as perguntas desta seção são certificados com o CFP – Certified Financial Planner, concedido pelo IBCPF – Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: