Citi Tendências: Previdência privada não existe apenas para garantir a aposentadoria

Por Rubens Pellini Filho

No dia 22 de agosto, foi aberta uma enquete na Fan Page Citi Brasil no Facebook perguntava aos visitantes sobre qual o seu objetivo ao investir e o resultado foi o que eu esperava. Constituir uma reserva para emergências ficou em primeiro, adquirir um imóvel em segundo e garantir renda na aposentadoria em terceiro. Pagar o estudo dos filhos ficou com um humilhante quinto lugar.

A enquete reforça o que já é senso comum quanto ao brasileiro não pensar a longo prazo quando o tema é investimento. É algo a ser considerado, se pensarmos que o brasileiro ou brasileira passará pelo menos 40 anos trabalhando antes de atingir a idade mínima de 65 anos para se aposentar. Só para comparar, a expectativa de vida de um brasileiro no início do século 20 girava em torno dos 35 anos.

Uma possibilidade para este aparente desinteresse pode ser que hoje a previdência privada está entre os cinco benefícios mais oferecidos pelas empresas como forma de atrair e manter os bons funcionários. O problema é que poucos avaliam se o aporte de capital feito pela empresa será suficiente para ter uma renda expressiva e deixam de pensar em fazer o seu próprio investimento para garantir o se próprio futuro ou o de sua família.

Investir em um fundo de previdência privada, seja para garantir a aposentadoria ou o estudo dos filhos, é uma tarefa para quem tem paciência e não espera resultados a curto prazo. Características pouco comuns entre nós, reconheço. Planejar e investir a longo prazo se torna hoje uma necessidade cada vez mais imperiosa, visto que a previsão de vida de um brasileiro neste século está na faixa de entre 73 a 80 anos.

Planos de previdência privada, incluindo os destinados a educação, são a opção mais óbvia para quem deseja ter um futuro tranquilo. Têm as vantagens inerentes aos investimentos de longo prazo, incluindo a possibilidade de dedução parcial do valor investido ou isenção no pagamento de Imposto de Renda, conforme a modalidade adotada.

Outro fator atraente que deve ser levado em conta neste caso também é que não é necessário esperar pelos 65 anos para você aproveitar o seu investimento. Após dez anos de aplicação, você pode sacar os rendimentos ou o valor total investido, pagando a alíquota mínima de IR.

Consulte seu corretor de investimentos e veja os benefícios que um plano de previdência privada podem trazer para você e seus familiares. Não custa lembrar que é preciso escolher o plano mais adequado para o seu projeto de vida. E até, quem sabe, poder trabalhar menos e aproveitar mais a vida antes do que esperava!

Rubens Pellini Filho, é jornalista com 19 anos de experiência e Pós-graduado em Gestão da Comunicação Empresarial pela FGV, tendo trabalhado no Jornal O Estado de São Paulo e como editor-executivo da Rede Bom Dia de jornais.

Anúncios

2 Responses to Citi Tendências: Previdência privada não existe apenas para garantir a aposentadoria

  1. aleir case da silva says:

    como é bom a gente comunicar-se c/ pesoas inteligentes. ESTOU SENDOSU A ALUNA.TIIIIIIIIIIIII

    • rubens pellini filho says:

      Cara Aleir

      Obrigado pela sua gentileza, mas não sou mestre de ninguém. Apenas busco traduzir o economês dos jornais para pessoas comuns, como nós dois.

      Um grande abraço
      Rubens Pellini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: