Desemprego fecha julho em 6%

A taxa de desemprego de julho atingiu 6,0%, abaixo das expectativas do mercado de 6,2%. Em termos dessazonalizados, o resultado refletiu expansão do emprego e declínio da força de trabalho, trazendo a taxa de desemprego de volta para seu nível mais baixo da série histórica.

Os salários reais em julho subiram 1,4% ante mês anterior e 4% em relação a julho do ano passado. Em uma base ajustada sazonalmente, a criação de emprego aumentou 0,1% em comparação ao patamar de junho, enquanto força de trabalho caiu 0,2%.

Além disso, os salários nominais cresceram 11% em julho sobre a o mesmo período do ano passado, acelerando ligeiramente em relação ao mês anterior (10,9%) . No geral, a dinâmica dos salários reais continua a mostrar um forte desempenho, não só explicado pela queda recente da inflação, dado o forte aumento concomitante nos salários nominais durante os últimos dois meses.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: