Real tem leve depreciação em meio ao tumulto atual da economia

Na relação real/dólar o Citi reafirma seu ponto de vista de que a taxa de câmbio reflete principalmente fatores econômicos globais. Ao contrário de algumas interpretações, nosso modelo sugere que a taxa de câmbio real (RER) esteja em torno de seu “nível de equilíbrio” no 2º trimestre de 2011 .

Avaliando alguns determinantes da RER no Brasil, nota-se que os preços das exportações e as importações brasileiras, bem como a dívida pública líquida em relação ao PIB, são as variáveis macroeconômicas mais relevantes para direcionar a RER.

Mediante tais determinantes, é possível inferir que o nível historicamente elevado dos termos de troca (preço das exportações em relação às importações) é a principal causa por trás do atual nível de taxa de câmbio.

No geral, a resistência recente da taxa de câmbio (em meio a uma forte queda nos mercados acionários) foi produzida pelo declínio relativamente pequeno nos preços das commodities, juntamente com alguns sinais de menor sensibilidade a aversão ao risco.

Quantitativamente, nos primeiros nove dias de agosto, o índice Ibovespa caiu 13%, enquanto o real teve desvalorização de apenas 2,6%, um impacto pequeno explicado pelo leve declínio nos preços das commodities (índice CRB), de apenas 2,3% nesse mesmo período.

Além disso, a menor sensibilidade da taxa de câmbio à aversão ao risco mundial está provavelmente associada ao aumento notável das reservas internacionais desde 2008, reduzindo o risco dos ativos brasileiros.

A probabilidade de um ambiente global adverso tem aumentado. Por isso, a previsão é de uma taxa de câmbio mais ou menos estável até o final de 2012, em 1,60 até o fim de 2011, e de 1,65 em 2012. Estas previsões assumem um cenário de crescimento modesto nas economias desenvolvidas.

Portanto, se um cenário de recessão global torna-se cada vez mais provável, devemos esperar, no curto prazo, queda nos preços das commodities, parcialmente compensados pelo afrouxamento monetário nos países desenvolvidos. Dessa forma, a taxa de câmbio se estabilizaria em níveis mais elevados, ajustando-se às novas condições mundiais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: