Déficit em conta corrente deve ser financiado por entrada de capital

Em abril, o superávit comercial atingiu US$ 1,9 bilhão que, juntamente com um déficit de US$ 6,1 bilhões na conta de serviços e US$ 0,3 bilhão de superávit nas transferências unilaterais, significaria um déficit em conta corrente de US$ 4,0 bilhões nesse mês. Considerando os últimos 12 meses, o déficit em conta corrente deverá melhorar ligeiramente para US$ 48,8 bilhões (2,3% do PIB).

Olhando à frente, o forte crescimento da demanda doméstica e o nível mais apreciado da taxa de câmbio desde 1998 devem continuar contribuindo para ampliar o déficit em conta corrente. No entanto, a tendência de ampliação do déficit em conta corrente tende a ser suavizada pelo ainda elevado nível do preço das commodities.

Além disso, o investimento estrangeiro direto deve registrar um aporte de US$ 4,3 bilhões em abril, totalizando US$ 62,5 bilhões nos últimos 12 meses, o que reforça a percepção de que o déficit em conta corrente neste ano deverá ser facilmente financiado pelos ingressos líquidos de capital.

Nossa expectativa é de que a taxa de desemprego baixe para 6,4% em abril (era 6,5% em março). Em termos dessazonalizados, nossa previsão significa uma ligeira queda da taxa de desemprego para 6% (foi 6,1% em março), retornando ao menor nível já alcançado na série histórica.

Em relação ao crescimento do emprego, esperamos uma desaceleração de 2,4% (março) para 2,2% (abril), enquanto a expansão da força de trabalho deverá acelerar ligeiramente de 1,2% (março) para 1,3% (abril).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: